Quanto Vale Uma Fotografia?

A Fotografia, enquanto expressão artística, tem retratado, desde 1839, em preto e branco ou em cores vivas, década após década, as transformações ocorridas na sociedade (a globalização e o Capitalismo, as guerras civis e transnacionais, os movimentos civis, a liberação feminina, o binômio ideologia e religião, o choque de civilizações, a exploração e o sofrimento humanos).

E por tais motivos, seu valor financeiro e histórico, tem aumentado ano após ano, sendo, muitas vezes, impossível calcular seu preço e, principalmente, sua importância histórica.

Receba Sacadas de Fotografia e Saiba Como Fotografar Imagens Impossíveis De Serem Ignoradas!

Quanto Vale Uma Fotografia?

O maior valor pago por única imagem na História da Fotografia

Phantom (Peter Lik2013)

A Imagem Phantom, do fotógrafo australiano Peter Lik (1959), foi clicada em 2013, em uma caverna no Antelope Canyon, no estado americano do Arizona.

Em 11 de dezembro de 2014, a efígie, única impressão, foi vendida a um colecionador particular por 6,5 milhões de dólares, o maior valor pago por única imagem na história da Fotografia.

Fotografia mais cara da história

A foto é muito parecida à imagem Antelope Canyon, do fotógrafo alemão Lucas Löffler, clicada em 20 abril de 2006, no mesmo local.

Antelope-Canyon-Lucas-Loffer

Confira 3 Dicas De Como Fotografar Imagens Impossíveis De Ignorar!

Mãe Migrante (Dorothea Lange –1936)

Mãe-Migrante-de-Dorothea-Lange

A imagem Mãe Migrante, de Dorothea Lange (1895-1965), fotógrafa contratada pelo Ministério de Reassentamento dos Estados Unidos, cujo objetivo era “apresentar a América para os americanos”, segundo palavras do diretor do departamento, foi clicada em março de 1936, num acampamento de colhedores de ervilha, em Nipomo, na Califórnia, durante a Grande Depressão.

A crise foi causada pela quebra da Bolsa de valores de Nova Iorque, em 24 de outubro de 1929 (conhecida como Quinta-feira negra). Tal fato teve repercussão tanto no Brasil como no mundo, como o fortalecimento da indústria nacional e à instalação de regimes totalitários na Europa.

A fotografia foi tirada em menos de 10 minutos. Dorothea Lange visava registrar o orgulho, a força e espírito da mulher e não sua pobreza. Não obstante Lange captar a essência desta mulher de 32 anos, índia criada nas terras Cherokee, nunca soube o seu nome.

Tal imagem chocou o país e levou o governo estadunidense a enviar nove mil quilos de comida para os trabalhadores migrantes da Califórnia. Em 2013, a efígie foi vendida por 100.000 dólares, pela casa de leilões Sotheby´s.

Trabalhadores (Sebastião Salgado – 1997)

A imagem faz parte de Trabalhadores (1997), terceiro livro de Sebastião Salgado (1944), planejado cuidadosamente pelo fotógrafo e por Lélia (esposa dele).

Em Trabalhadores, Salgado retrata as pessoas que construíram o mundo e, principalmente, o trabalho penoso, muitas vezes, escravo de homens e mulheres em diversas regiões do mundo.

Sebastião Salgado fotografou, desde os mineiros de Serra Pelada até pescadores de atum da Sicília, na Itália.

7 Sites De Fotografia Que Te Inspiram A Ser Um Fotógrafo Melhor

Livro-Trabalhadores-Sebastião-Salgado(1996)

Curtindo Quanto vale uma Fotografia?

Continue lendo e confira mais Fotografias que fizeram história!

Passeata dos Cem Mil (Evandro Teixeira – 1968)

A imagem Passeata dos Cem Mil, clicada em 26 de junho de 1968, por Evandro Teixeira (1935), retrata os protestos contra a autocracia militar brasileira, e é produto das manifestações de maio de 1968, conhecida como a Revolução Jovem, ocorridas ao redor do mundo.

O levante exigia melhores condições de vida e liberdades civis (mundo afora), e a queda da ditadura – no Brasil -; após o golpe de estado de 1964.

O poema Diante das fotos de Evandro Teixeira, de Carlos Drummond de Andrade foi inspirado nas fotos do fotojornalista.

As 5 Melhores Práticas Para Você Otimizar As Suas Imagens!

Dia Mundial da Fotografia

Diante das fotos de Evandro Teixeira
Carlos Drummond de Andrade

A pessoa, o lugar, o objeto
estão expostos e escondidos
ao mesmo tempo, sob a luz,
e dois olhos não são bastantes
para captar o que se oculta
no rápido florir de um gesto.

É preciso que a lente mágica
enriqueça a visão humana
e do real de cada coisa
um mais seco real extraia
para que penetremos fundo
no puro enigma das imagens.

Fotografia – é o codinome
da mais aguda percepção
que a nós mesmos nos vai mostrando,
e da evanescência de tudo
edifica uma permanência,
cristal do tempo no papel.

Das lutas de rua no Rio
em 68, que nos resta,
mais positivo, mais queimante
do que as fotos acusadoras,
tão vivas hoje como então,
a lembrar como exorcizar?

Marcas de enchente e de despejo,
o cadáver insepultável,
o colchão atirado ao vento,
a lodosa, podre favela,
o mendigo de Nova York,
a moça em flor no Jóquei Clube,

Garrincha e Nureyev, dança
de dois destinos, mães-de-santo
na praia-templo de Ipanema,
a dama estranha de Ouro Preto,
a dor da América Latina,
mitos não são, pois que são fotos.

Fotografia: arma de amor,
de justiça e conhecimento,
pelas sete partes do mundo,
viajas, surpreendes, testemunhas
a tormentosa vida do homem
e a esperança de brotar das cinzas.

Agência Magnum

Almoço no topo de um arranha-céu (Charles Clyde Ebbets – 1912)

A imagem intitulada Almoço no topo de um arranha-céu foi clicada por Charles Clyde Ebbets (1905 – 1978), durante a construção do edifício RCA, em 1912.

A Fotografia fazia parte da estratégia de lançamento do Rockfeller Center, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Atrás da estação Saint Lazare (Henri Cartier-Bresson – 1932)

A imagem Atrás da estação Saint Lazare, de Henri Cartier-Bresson (1908 – 2004), foi tirada em 1932, atrás da Gare Saint Lazare – estação de trem São Lázaro, localizada no centro de Paris.

Fotografia Atrás da estação Saint Lazare

Receba Sacadas de Fotografia e Saiba Como Fotografar Imagens Impossíveis De Serem Ignoradas!

Curtiu Quanto Vale Uma Fotografia? Compartilhe!

Antes de imprimir, pense. O meio ambiente agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × três =