Como Atrair Clientes Para O Seu Site. Confira 7 Regras Poderosas!

Saiba como aparecer bem ranqueado nos resultados de buscas; mas, principalmente, como atrair clientes para o seu site!

Leia este artigo até o fim e saiba como gerar tráfego orgânico (gratuito) e qualificado para o seu site.

Neste post, explicarei como:

  • Escolher a palavra-chave perfeita, para o seu Negócio;
  • Escrever um texto otimizado para os mecanismos de busca;
  • Fazer a descrição das suas fotos, com o uso de palavras-chaves;
  • 1 Ferramenta gratuita para criar títulos impossíveis de ignorar.

Saiba Como Atrair Clientes Para O Seu Site. Confira 7 Regras Poderosas!

A escolha da Palavra-chave correta é fundamental, para que você e/ou sua empresa sejam encontrados por potenciais clientes, já que 93% das experiências on-line começam com uma ferramenta de busca.

Ademais, os dados mostram que 75% das pessoas costumam clicar mais em resultados orgânicos – gratuitos – do que pagos.

Para seu sítio ser acessado pelo seu cliente, há algumas regrinhas, que devem ser seguidas, a fim de atingir tal meta.

Descubra qual é a melhor palavra-chave para bombar o seu site!

1.Faça uma lista com as palavras-chaves do seu negócio e algumas variações. Para tal, pense como faria a busca, por algo que deseja ou precisa.

Use palavras-chaves cauda longa, de 4 a 8 palavras específicas e/ou descritivas, de 11 a 20 caracteres, segundo o especialista inglês, Neil Patel.

Elas são mais fáceis de ranquear nas primeiras posições do Google (motor de busca utilizado para 94,31% das pesquisas realizadas na internet)

Ademais, apresentam taxas de conversão maiores, apesar do menor volume de buscas.

Uma vez que o usuário  já identificou que tem um problema ou necessidade e, assim, faz uma pesquisa direcionada a resolver tal demanda/dor.

Após listá-las, faça uma planilha, com os seguintes dados: Média de Pesquisas Mensais, concorrência, Lance na parte superior da página (menores valores) e
Lance na parte superior da página (maiores valores).

Tais dados podem ser obtidos no KeywordPlanner (plataforma do Google).

KeywordPlanner: a plataforma do Google sugere palavras, a partir de termos genéricos digitados por você e também indica a média de pesquisas mensais e a concorrência para cada vocábulo.

Para fazer a pesquisa de palavras-chave no Keyword Planner, é necessário ter uma conta no Google Ads.

Para tal, acesse o Google Ads, crie uma campanha fictícia, a fim de realizar a pesquisa de palavras-chave. E simule a criação de um anúncio e opte pelo pagamento por boleto bancário, pois não haverá o pagamento automático.

Ao finalizar a criação fictícia da campanha, você receberá um e-mail de confirmação de cadastro no Google Ads.

Saiba como fazer a pesquisa de palavras-chave!

Então, vamos ao passo a passo?

1. Clique em “Ferramentas e Configuração” (ícone de chave – canto superior direito);
2. Na coluna “Planejamento” (lado esquerdo), selecione a opção “Planejador de palavras-chave”;
3. Clique em “Descobrir novas palavraschave”;
4. Em seguida, digite as palavras que deseja analisar. Use os filtros de pesquisa disponíveis;
5. E, por fim, faça uma análise do resultado da pesquisa e decida quais palavras usar.

Legenda

Média de Pesquisas Mensais: número médio de pesquisas de uma palavra-chave e as variações aproximadas dela com base no período.

Concorrência: o nível de concorrência (baixo, médio ou alto) é determinado pelo número de anunciantes que definem lances para cada palavra-chave em relação a todas as palavras-chave no Google.

Lance na parte superior da página (menores valores): mostra o mínimo que os anunciantes pagaram no passado pelo lance na parte superior da página de uma
palavra-chave, com base nas suas configurações de local e da rede de pesquisa.

O CPC (custo por clique) médio das palavras-chave pode variar.

Lance na parte superior da página (maiores valores): mostra o máximo que os anunciantes pagaram no passado pelo lance na parte superior da página de uma
palavra-chave, com base nas suas configurações de local e da rede de pesquisa.

O CPC (custo por clique) médio das palavras-chave pode variar.

Você verá um traço (-) se não houver dados suficientes.

Opte por palavras-chave cauda longa, pois são mais específicas e apresentam menor concorrência.

Obs.: as definições (legenda) foram retiradas do Keyword Planner.

Após pesquisar as palavras-chaves, chegou a hora de analisar a tendência de buscas.

Tendência

A tendência indica a busca por uma determinada palavra-chave, ao longo do tempo. Para descobri-la, há 2 ferramentas que indico, o Google Trends e o Ubersuggest.

Após analisar o volume e tendência, chegou a hora de avaliar o grau de dificuldade para competir por uma determinada palavra-chave.

Autoridade da Página e do Domínio

Tal análise deve ser realizada, com base no SD (SEO Difficulty ou dificuldade de SEO – concorrência na busca orgânica) e no DS (Domain score ou nota do domínio, que vai de 0 a 100).

Os dados podem ser verificados na ferramenta Ubersuggest. Esses dados são fundamentais, pois indicam a relevância dum site (quanto maior a nota, mais próximo ele ranqueará das primeiras posições).

Mas, principalmente, o grau de dificuldade (quanto mais alto o número, mais concorrida é a palavra), para competir por uma determinada palavra-chave.

Vale lembrar que o uso de palavras-chaves cauda longa apresenta taxas de conversão maiores, apesar do menor volume de buscas, uma vez que o usuário já faz a pesquisa direcionada a uma necessidade específica.

Após analisar criteriosamente um conjunto de palavras-chaves, chegou a hora de otimizar o seu post, para os mecanismos de busca.

Como atrair clientes para o seu site com o uso de Palavras-Chaves 

A fim de atrair tráfego qualificado para o seu site, escreva um texto com, no mínimo, 300 palavras. No entanto, recomendo produzir um post, com 1.000 palavras ou mais, pois o Google privilegia conteúdos longos.

Mas, principalmente, lembre-se de escrever um texto, que responda às perguntas/dúvidas e dores do internauta. Já que não adianta produzir um conteúdo longo, mas que não atende às expectativas do seu potencial cliente.

Ademais, o seu post deve conter a palavra-chave e/ou variações dela (dois ou mais termos).

Sua ocorrência deve ser de 0.5%, por ex, (num texto de 1.000 palavras, deve aparecer 5 vezes, já que 0.5% de 1.000 é 5).

Tal porcentagem é indicada pelo plug-in, Yoast SEO.

O plug-in permite a análise gratuita somente de 1 palavra-chave. Já a avaliação de 2 ou mais termos, realizada pela ferramenta, é paga.

Chegou o momento de otimizar o seu conteúdo!

Confira a estrutura de um post otimizado para os mecanismos de busca!

1. Título

A palavra-chave ou uma variação dela deve aparecer no título (deve ter de 5 a 7 vocábulos e de 55 a 67 caracteres, com espaço) e, de preferência, figurar nas 3 primeiras palavras.

Já que nossos olhos tendem a focar nas 3 primeiras e nas 3 últimas palavras de um título.

Para criar títulos chamativos; mas, principalmente, clicáveis, sugiro a ferramenta: Avaliador de Títulos, criada pela empresa de Marketing Digital Rock Content.

2. URL

A URL (link abaixo do título) deve ser amigável. Para tanto, edite-a com o uso de palavras-chaves (estas devem estar o mais próximo possível do início).

Ademais, a URL deve ser curta (95 caracteres, segundo o Google), ser separada por hifens, não conter números e nem preposições.

Vale lembrar que a URL deve ter relação com o título da publicação.

3. Meta Descrição

Ademais, é fundamental usar a palavra-chave na meta descrição (texto descritivo, porém, resumido do seu post).

Tal descrição deve instigar o internauta a clicar no seu link, por meio de uma chamada para ação (como “confira”, “veja”, “reflita” e, assim, por diante), já que tal tática aumenta a taxa de cliques.

A Meta Descrição deve conter 150 caracteres, com espaço e, conter, por volta, de 20 palavras.

4. Primeiro Parágrafo e Cabeçalho

A palavra-chave e/ou uma variação dela deve ser usada no primeiro parágrafo do texto e nos cabeçalhos (H2, H3 – separados por subtítulos).

5. Links

Adicione links externos e internos (conteúdos relacionados ao tema tratado no seu post. Tal tática gera valor ao usuário, já que ele poderá se aprofundar em um determinado tópico. Mas, principalmente, aumenta o tempo de permanência, o que é um fator de ranqueamento do Google).

Saiba Como Otimizar As Suas Imagens Para Os Buscadores!

6. Imagens

Use conteúdo imagético em seu texto, pois uma pesquisa realizada, pela empresa de análise de tráfego, Chartbeat, indicou que a maioria das pessoas rola o artigo até o fim quando há imagens, gifs e vídeos no post.

Para tal, faça uma breve descrição, com o uso de palavras-chaves cauda longa (de 4 a 8 palavras específicas/descritivas).

Para tal, pense como faria a busca deste conteúdo imagético (infográficos, imagens, etc.), depois as salve com estes termos separando-os com hífen, por ex, desfile-de-7-de-setembro-em-Campinas.

Ademais à breve descrição das suas imagens, adicione um texto alternativo, com a palavra-chave exata ou com uma variação desta (por ex, Parada dia da Independência) e sem traços, a fim de ajudar na indexação destas pelos mecanismos de busca, quando a foto não carregar.

Para além dos passos acima, é fundamental otimizar as suas imagens.

Extensões de Arquivo

Para uma boa otimização, salve as suas imagens no Photoshop, por meio da opção Salvar para Web” (Alt + Shift + Ctrl + S – atalho da ferramenta).

Ao salvar suas imagens, opte pela extensão de arquivo mais indicada, de acordo com as suas necessidades:

1. JPG (Joint Photographic Experts Group): extensão mais adequada para a compressão de fotos digitais, também é indicada para fotografias e imagens detalhadas e que contenham muitas cores;

2. PNG (Portable Network Graphics): extensão mais indicada para gráficos, animações, desenhos e imagens com fundo transparente.

A qualidade da imagem é definida pela quantidade de cores, portanto, quanto menos matizes, menor a qualidade e o tamanho do arquivo.

Ao optar pelo PNG, selecione a opção PNG-24 (compressão sem perda de qualidade, porém, é mais pesado que o JPG e o PNG-8), já que o PNG-8 apresenta grande perda de resolução.

Lembre-se de evitar usar arquivos de terceiros e imagens em PNG.

3. WebP: criado pelo Google, o formato reduz o tamanho das imagens sem que haja perda de qualidade.

Tal redução aumenta a velocidade de carregamento dum site.

Como base de comparação, as imagens WebP reduzem, em média, 26% do tamanho de arquivos em PNG e entre 25% e 34% em comparação com o JPEG, mantendo a mesma qualidade.

5 Dicas Para Otimizar As Suas Imagens

Saiba como atrair clientes para o seu site!

7. Texto

E, por fim, escreva um post otimizado para os mecanismos de busca.

Para tal, seu post deve ter, no mínimo, 300 palavras. No entanto, é recomendável produzir um texto, com 1.000 palavras ou mais, pois o Google privilegia conteúdos longos.

Ademais, seu post deve ser dividido em parágrafos de, no máximo, 6 linhas (composto de frases curtas), com alinhamento do texto à esquerda, a fim de facilitar a leitura e de oferecer uma boa experiência ao usuário;

Já a palavra-chave e/ou uma variação dela deve ser usada no primeiro parágrafo do texto e nos cabeçalhos (H2, H3 e H4);

Também adicione links externos e internos relacionados ao tema tratado no seu post.

Tal tática gera valor ao usuário, já que ele poderá se aprofundar em um determinado tópico (seja no seu site ou dum terceiro).

Já os links internos aumentarão o tempo de permanência no seu site, o que é um fator de ranqueamento do Google;

Ademais, é fundamental usar a palavra-chave na meta descrição (texto descritivo, porém, resumido do seu post).

Tal descrição deve instigar o internauta a clicar o seu link, por meio de uma chamada para ação (por ex, “confira”, “veja”, etc.), já que tal tática aumenta a taxa de cliques.

E, por fim, publique o depoimento dos clientes que compraram os seus produtos e/ou serviços (prova social da qualidade).

Vale lembrar que o passo a passo de otimização foi baseado no WordPress.

Conclusão de Saiba Como atrair clientes para o seu site. Confira 7 Regras Poderosas! 

As regras citadas acima são fundamentais para seu site estar bem posicionado perante os mecanismos de buscas, como o Google, gerar tráfego orgânico (gratuito) para o seu website. 

E, principalmente, como atrair clientes para o seu site, gerar vendas e aumentar o faturamento do seu Negócio.

Curtiu Saiba Como atrair clientes para o seu site. Confira 7 Regras Poderosas? Compartilhe!

Antes de imprimir, pense. O meio ambiente agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + dezoito =