Entre Os Muros Da Educação

Entre Os Muros Da Educação

Tempo de leitura: 3 minutos

Em Homenagem ao Dia do Professor, a ser celebrado hoje, publico 2 filmes que refletem sobre o ofício de ensinar.

Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro. A efeméride se deve a dois fatos distintos: nesta data, em 1827, Pedro I, Imperador do Brasil, baixou o decreto federal 52.682/63, o qual estipulava que toda vila, cidade ou lugarejo do Brasil, deveria criar as primeiras escolas primárias do país, as chamadas “Escolas de Primeiras Letras” e, destarte, homenagear Santa Teresa de Ávila (1515 – 1582, freira carmelita e educadora espanhola, cuja dia é celebrado em 15 de outubro).

No entanto, a primeira comemoração ocorreu somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, data, em que quatro professores, dentre eles, Salomão Becker – autor da frase: “Professor é profissão. Educador é missão” e artífice da proposta de se criar um feriado em homenagem aos mestres -, instituíram um dia de parada, a fim de se congraçarem e discutirem as diretrizes para o restante do ano (planejamento das aulas, etc.). read more

Cartas de Meu Avô

Tempo de leitura: 1 minuto

Cartas de meu avô

A tarde cai, por demais

Erma, úmida e silente…

A chuva, em gotas glaciais,

Chora monotonamente.

E enquanto anoitece, vou

Lendo, sossegado e só,

As cartas que meu avô

Escrevia a

Um Tributo à Arte Paulista

Um Tributo à Arte Paulista

Tempo de leitura: 4 minutos

100 anos de Arte Paulista no Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo aguça o olhar, a imaginação e a reflexão!

A Exposição, uma parceria entre a CPFL Cultura e a Pinacoteca do Estado de São Paulo faz um tributo aos artistas oriundos de São Paulo ou que atuaram no estado, entre 1912 e 2012 (alusão aos 100 anos da CPFL) e, principalmente, a Almeida Junior, primeiro artista paulista a alcançar projeção nacional.

100 anos de Arte Paulista 

A mostra conta com 50 obras de 48 artistas, entre eles, Di Cavalcanti, Candido Portinari, Almeida Júnior, Lasar Segall e Tarsila do Amaral. Segundo Valéria Piccoli, curadora da exposição 100 anos de Arte Paulista no Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, “foi selecionada uma peça de cada artista e duas ou três peças de Caetano Almeida e Pancetti, naturais de Campinas, de forma a criar um mosaico da arte produzida no período, desde a acadêmica, passando pelos modernistas, artistas concretos, arte popular e manifestações contemporâneas”. read more

Amar é pensar. E eu quase que me esqueço de sentir só de pensar nela

Tempo de leitura: 2 minutos

O Pastor Amoroso

V

O amor é uma companhia.
Já não sei andar só pelos caminhos,
Porque já não posso andar só.
Um pensamento visível faz-me andar mais depressa
E ver menos, e ao mesmo tempo gostar bem de ir vendo tudo. Mesmo a ausência dela é uma coisa que está comigo. E eu gosto tanto dela que não sei como a desejar. Se a não vejo, imagino-a e sou forte como as árvores altas. Mas se a vejo tremo, não sei o que é feito do que sinto na ausência dela. Todo eu sou qualquer força que me abandona. Toda a realidade olha para mim como um girassol com a cara dela no meio. read more

De Onde Vem Essa Fragrância Inebriante?

De Onde Vem Essa Fragrância Inebriante?

Tempo de leitura: 1 minuto

O Dia Nacional Da Poesia faz uma homenagem ao nascimento de Frederico de Castro Alves, considerado o maior autor Romântico Brasileiro, em 14 de março de 1847. Em comemoração ao Dia Nacional da Poesia, a ser celebrado, hoje, publico o Poema Fragrância Inebriante, de minha autoria.

Fragrância Inebriante

Bel Young

Sua fragrância é deliciosa, porém, quase desconhecida

E eis que surge uma pergunta inquietante:

– De onde vem essa fragrância inebriante?

Uns pensam que vem da rosa, outros, da margarida

Mas nunca ela…

Morada de Muitos Pássaros e Flores read more

Certa Palavra Dorme Na Sombra…

Tempo de leitura: 1 minuto

Em comemoração ao Dia nacional da Poesia, a ser celebrado hoje, publico os poemas A Palavra Mágica e O mundo é grande, de Carlos Drummond de Andrade.

A palavra mágica

Carlos Drummond de Andrade

Certa palavra dorme na sombra
de um livro raro.
Como desencantá-la?
É a senha da vida
a senha do mundo.
Vou procurá-la.

Vou procurá-la a vida inteira
no mundo todo.
Se tarda o encontro, se não a encontro,
não desanimo,
procuro sempre.

Procuro sempre, e minha procura
ficará sendo
minha palavra.

O poema  A Palavra Mágica foi extraído de Discurso de Primavera e Algumas Sombras (1977). read more

G de Gênio, G de Genesis

G de Gênio, G de Genesis

Tempo de leitura: 6 minutos

O projeto Genesis, é sinônimo de morte e de renascimento, visto que após fotografar a história das pessoas em trânsito: migrantes, refugiados ou exilados (devido à pobreza, à repressão ou às guerras e a miséria humana) retratadas no livro Êxodos (2000), Sebastião Salgado entrou em depressão e pensou em deixar a fotografia.

No entanto, ao observar a natureza destruída da fazenda de sua família renascer,  Salgado teve o desejo de retratar locais intocados e, destarte, apresentar um novo planeta. Esta foi a força motriz, por trás do Projeto Genesis. read more

A Palavra Eterniza os Fatos

A Palavra Eterniza os Fatos

Tempo de leitura: 4 minutos

Em comemoração a 1 ano do blog Da imagem à poesia, num click, a ser celebrada hoje, dia 14 de dezembro, publicarei os melhores posts referentes a 3 efemérides.

1. Dezenove de Agosto, Dia Mundial da Fotografia

Anunciada em 19/08/1839, na Academia de Ciências da França, a Daguerreotipia (criada pelo francês Louis M. Daguerre), leia-se, Fotografia, chegou ao Brasil, cinco meses depois (16/01/1840), por meio do abade Louis Compte, o qual apresentou o daguerreótipo ao imperador D. Pedro II, primeiro fotógrafo brasileiro.

A autoria da invenção é controversa, já que há relatos de que Hercule Florence, francês radicado no Brasil, fazia experiências com métodos de ‘impressão de luz’, anos antes que seus conterrâneos. read more

Conheça a Trajetória de 8 Ícones da Pintura e da Escultura

Conheça a Trajetória de 8 Ícones da Pintura e da Escultura

Tempo de leitura: 2 minutos

O seriado O Poder da Arte mostra a vida e a obra de oito expoentes da Pintura e da Escultura.

Dividido em oito episódios de 1 hora cada, a série (um quadro, com duração de sete minutos, que fez grande sucesso e tornou-se seriado), produzida pela BBC, emissora pública britânica, e apresentada por Simon Schama, professor universitário e crítico de arte do jornal norte-americano The New York Times, apresenta a trajetória pessoal e profissional de oito artífices.

Confira Os 8 Artistas de O PODER DA ARTE!

  1. Michelangelo Merisi, mais conhecido como Caravaggio (1570 – 1610), pintor Barroco italiano, considerado o primeiro grande representante deste movimento;
  2. Gian Lorenzo Bernini (1598 – 1680), escultor e arquiteto Barroco italiano;
  3. Jacques-Louis David (1748 – 1825), pintor neoclassisista francês, artífice oficial da Corte Francesa e de Napoleão Bonaparte;
  4. Rembrandt Harmenszoon van Rijn (1606 – 1669), artista Barroco, aclamado por muitos, o maior pintor holandês de todos os tempos;
  5. William Turner (1775 – 1851), pintor romântico inglês, considerado por alguns um dos precursores do Impressionismo, em função dos seus estudos sobre cor e luz;
  6. Vincent van Gogh (1853 – 1889), membro do movimento Pós-Impressionista – tendência da pintura francesa oriunda da renovação estilística empreendida pelo Impressionismo (1880 – 1890) – proclamado um dos maiores pintores de todos os tempos e predecessor do Movimento Expressionista;
  7. Pablo Picasso (1881 – 1973), pintor e escultor espanhol, criador do Cubismo, junto com Georges Braque (1882 – 1963); pintor e escultor francês;
  8. Mark Rothko (1903 – 1970, pintor expressionista abstrato russo radicado nos Estados Unidos).

Em cada episódio da série, é apresentada a obra de um artista e as motivações pessoais (indagações, questionamentos, derrotas e vitórias) e profissionais (a criação e, principalmente, os momentos “em que o artista, sob enorme pressão, empreende um trabalho extremamente ambicioso, no qual se incorporam suas crenças mais profundas”, como Caravaggio e van Gogh, os quais buscaram anunciar a salvação e a redenção pessoal – respectivamente), por trás de cada pintura ou escultura. read more