7 regras para ter uma coleção de NFTs Esportivos de sucesso!

Aprenda o passo a passo para tirar o seu projeto do papel e transformá-lo numa coleção de NFTs Esportivos de sucesso!

Você passou incontáveis noites em claro, estudando, pesquisando, rabiscando, amassando muitas folhas e testando várias hipóteses até chegar à grande ideia.

Pode parecer o fim, mas é apenas o início da sua jornada pra tirar a sua ideia do papel e transformá-la numa coleção de NFTs Esportivos de sucesso.

Antes de tudo, é necessário definir uma ideia e buscar referências.

Em seguida, definir a quantidade de itens, gerar variações e determinar a raridade destes.

Teste sua paixão pelo futebol. Conecte-se e negocie com outros fãs!

O que NFTs e colecionáveis esportivos têm em comum? Saiba Já!

Você deve estar se perguntando como transformar as suas ideias em NFTs esportivos, não é mesmo?

Então, vamos ao passo a passo?

O primeiro passo para transformar suas ideias em NFTs, é se cadastrar em uma plataforma como a MetaMask, Rainbow, Coinbase, Fortmatic ou Portis e criar a sua carteira digital (login).

Como transformar suas ideias em NFTs (Parte 1)!

Plataformas de NFTs

Em seguida, entrar numa plataforma de geração de NFT, como a Rarible ou a OpenSea, líder de mercado.

E cunhar (criar) um NFT, qualquer tipo de conteúdo digital nos formatos suportados, como PNG, JPEG, MP4, etc.

É possível criar um item apenas ou uma coleção.

Vale ressaltar que não é necessário ter conhecimento em programação para criar um NFT, já que todo o processo de criação é realizado pela plataforma.

Como transformar suas ideias em NFTs (Parte 2)!

Custos

Tanto a OpenSea quanto a Rarible não cobram pelo registro, desde que você opte pela “cunhagem gratuita”.

Neste caso, o comprador do seu NFT pagará as taxas.

Descubra como a Tecnologia está revolucionando o Esporte!

OpenSea

A cunhagem gratuita pode ser realizada na Polygon.

Sendo assim, você deve optar pela Polygon, em vez da Ethereum (item “Blockchain“).

No entanto, a OpenSea cobra uma taxa de serviço de 2,5%, deduzida do preço de venda do NFT.

O preço de venda será em Eth (a moeda do Ethereum), embora você esteja usando a rede Polygon.

Você também pode receber porcentagens das vendas que serão realizadas, posteriormente.

Para tal, é necessário acessar o editor de coleção e ajustar o campo “Taxa de porcentagem” na seção Royalty.

Em seguida, especifique o endereço de pagamento onde você deseja receber as taxas.

Vale ressaltar que a OpenSea tem uma seção dedicada a NFTs esportivos.

Rarible

A cunhagem gratuita também adiciona sua criação à coleção Rarible (os conjuntos são como pastas para NFTs), não a sua.

Já para lançar sua própria coleção, você precisa pagar as taxas.

Para tal, é necessário comprar alguns ETH (a moeda do Ethereum) ou o Flow (as taxas são mais baixas que as do Ethereum) para pagar por essas transações.

A plataforma também suporta o Tezos.

O segundo passo é registrar os seus produtos e determinar os valores da sua coleção de NFTs Esportivos.

Além de informações como nome e data, você pode definir, por exemplo, se terá comissão sobre futuras revendas de sua obra.

Também pode definir em quais coleções digitais aparecerá a obra, na do Rarible ou em alguma outra da sua escolha.

2 Regras de Ouro Para Lucrar com NFTs Esportivos!

7 Regras de Ouro para criar uma coleção de NFTs Esportivos de sucesso!

Agora, chegou a melhor hora…

A hora de lançar a sua coleção de NFTs Esportivos!

E eis que surge uma grande dúvida na sua cabeça:

Como transformar o meu projeto numa coleção bem-sucedida de NFTs Esportivos?

O primeiro passo é fazer um checklist com as etapas do lançamento da sua coleção de NFTs Esportivos.

Então, vamos ao passo a passo?

  1. Estabeleça o seu nicho;
  2. Defina metas;
  3. Determine se o holder (comprador do NFT) terá benefícios ao adquirir um item da coleção, por ex, acesso a um evento esportivo;
  4. Em seguida, defina um roadmap, já que ele é fundamental para atrair investidores para o seu projeto de NFTs, uma vez que é um dos primeiros itens que eles avaliarão antes de investir na sua coleção.

Vale ressaltar que cada iniciativa do roadmap deve estar alinhada com os objetivos do projeto.

Como Criar Um Roadmap Para Sua Coleção De NFTs Esportivos!

Então, vamos à estrutura de um roadmap?

  • O seu roadmap deve ser claro, conciso, pequeno e visual (linha do tempo com as datas, informações e benefícios do seu projeto);
  • Mostrar os benefícios aos investidores, como airdrops (distribuição gratuita de criptomoedas ou tokens), a participação em eventos presenciais, a possibilidade de obter uma renda passiva futura e por aí vai;
  • E, por fim, o seu roadmap pode ser alterado com o passar do tempo. No entanto, é necessário avisar à sua comunidade as razões de tais mudanças.

Vale lembrar que o seu roadmap deve entregar o que prometeu sempre.

  1. Crie um Hype com antecedência. Para tal, crie uma comunidade sobre o seu projeto no Discord, a fim de interagir com os usuários, gerar engajamento e também receber críticas e sugestões.

Ademais é aconselhável gerar engajamento nas redes sociais, como o Twitter. Para tanto, firme parceria com influenciadores e crie histórias que engajem.

  1. Elabore uma Wait list (pré-cadastro para pessoas terem acesso a benefícios exclusivos ou antes dos demais);
  2. Desenvolva uma página de Mint para a compra do NFT, cuja arte só é revelada depois de algum tempo, ou de uma determinada quantidade de NFTs mintados.

Melhores Marketplaces de NFTs

Após criar lançar a sua coleção de NFTS Esportivos, você pode comercializá-la em uma plataforma própria ou em Marketplaces, como a OpenSea, líder de mercado, ou a Rarible.

O Que Copa do Mundo e investimentos têm em comum? Saiba Já!

Por que investir numa coleção de NFTs Esportivos é um bom negócio!

Como dito anteriormente, NFT (token não-fungível em Português) é um certificado digital único, registrado em um blockchain, que é usado para registrar a propriedade de um ativo como uma obra de arte ou um colecionável.

Segundo definição dada pelo dicionário Collins.

Agora, vamos a parte que realmente interessa a você.

A primeira razão para você criar uma coleção de NFTs Esportivos é porque um token não-fungível é único, autêntico e indivisível.

E, como sabemos, tudo que é original e único tem mais valor.

E tal qual uma obra de arte ou um item colecionável, o NFT pode se valorizar ao longo do tempo.

Já a segunda razão é que o NFT pode ser revendido no mercado secundário (marketplaces, como a OpenSea, maior plataforma de negociação de criptoativos) por um valor muito maior do que foi adquirido na mintagem no mercado primário e receber Royalties (participação) sobre tais vendas.

Na plataforma OpenSea, é possível analisar quais são as tendências (Trending), interesse dos usuários (Lances e likes), o histórico de vendas e, principalmente, a liquidez do seu projeto (quantos itens estão à venda e quantos já foram vendidos).

Para acessar tal informação, clique em Atividade e selecione a opção Listagem e Vendas.

Mercado de NFTs

De acordo com a OpenSea, 65% dos tokens comprados resultaram em lucro.

Já segundo dados do site NonFungible.com, o mercado de NFTs movimentou US$ 8 bilhões no segundo trimestre de 2022.

E, de acordo, com dados da Consultoria Deloitte, o mercado de NFTs Esportivos deve movimentar US$ 2 bilhões em 2022.

Vale ressaltar que é imprescindível estudar bastante antes de lançar a sua coleção de NFTs.

Ademais, é fundamental “educar” o seu público-alvo, já que é um tema relativamente recente e desconhecido por muitos, o que gera muitas dúvidas e receio de investir.

Tais ações são fundamentais para quebrar objeções e, principalmente, para o sucesso comercial da sua coleção de NFTs Esportivos.

Confira 6 aplicações dos NFTs no Mercado Esportivo!

Uma das precursoras no uso de NFTs foi a NBA (National Basketball Association, associação americana de basquete) com a transformação de momentos dos jogos dos times da liga em cards colecionáveis (Top Shot);

O Atlético Mineiro criou uma coleção de camisas históricas em formato NFT (cada uma com versões em 2D e 3D);

O Bahia também lançou os uniformes, os mascotes, o escudo, a bandeira e a gravação original do hino do clube em NFT;

E o Vasco criou ingressos comemorativos em NFT;

Já a Editora Italiana Panini lançou o álbum do Campeonato Espanhol de Futebol Megacracks LaLiga Santander 22/23 NFT Elite.

O álbum é a versão digital de um cartão de papel impresso obtido na compra da caixa NFT.

Ao adquirir a caixa NFT, o proprietário pode conectar os NFTs do Polygon ao Ethereum, por meio do site MGK;

E, por fim, a empresa Sorare, criou cards colecionáveis de times e lendas do Futebol.

Um dos primeiros cards de lendas do Futebol (chamado de Sorare Legendary XI) foi de Ronaldo, o Fenômeno.

Assista ao melhor do esporte mundial ao vivo ou na hora que você quiser!

Curtiu 7 regras para ter uma coleção de NFTs Esportivos de sucesso!? Compartilhe!

Antes de imprimir, pense. O meio ambiente agradece.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − treze =