Veja 3 Imagens Que Fazem Tributo Aos 100 Anos de Arte Paulista!

100 anos de Arte Paulista no Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo aguça o olhar, a imaginação e a reflexão!

A Exposição, uma parceria entre a CPFL Cultura e a Pinacoteca do Estado de São Paulo faz um tributo aos artistas oriundos de São Paulo ou que atuaram no estado, entre 1912 e 2012 (alusão aos 100 anos da CPFL) e, principalmente, a Almeida Junior, primeiro artista paulista a alcançar projeção nacional.

100 anos de Arte Paulista 

A mostra conta com 50 obras de 48 artistas, entre eles, Di Cavalcanti, Candido Portinari, Almeida Júnior, Lasar Segall e Tarsila do Amaral.

Segundo Valéria Piccoli, curadora da exposição 100 anos de Arte Paulista no Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, “foi selecionada uma peça de cada artista e duas ou três peças de Caetano Almeida e Pancetti, naturais de Campinas, de forma a criar um mosaico da arte produzida no período, desde a acadêmica, passando pelos modernistas, artistas concretos, arte popular e manifestações contemporâneas”.

A exposição 100 anos de Arte Paulista no Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo (com curadoria de Valéria Piccoli e José Augusto Ribeiro), apresenta uma parte do acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, dividido nos módulos: Modernismo, Abstracionismo e Arte Contemporânea.

A exposição traça um panorama da arte paulista, levando o espectador a um passeio por diferentes décadas, estilos e a relacionar as obras entre si e a outros contextos (seja político, seja artístico, etc.) até a discutir o que levou à criação de determinada obra.

Também estimula a reflexão sobre o papel da Arte na preservação do patrimônio histórico e cultural, por meio de perguntas provocativas, contidas no material de divulgação entregue no início da exposição, tais como:

O que significa para você Ideia Visível;

Quais as semelhanças e diferenças entre as peças;

É diferente observar estas obras e aquelas mais figurativas que vimos no início da visita;

De que material é feito, que espaço ocupa;

Quais as sensações e sentimentos provocados pela apreciação da imagem;

É possível perceber as pinceladas;

Que tipo de emoções ou sentimentos esta pintura lhe transmite.

Confira os 3 Módulos de 100 anos de Arte Paulista

1. Modernismo

A Arte Moderna brasileira (surgida na década de 1910) buscava criar uma arte genuinamente nacional, enfatizando a representação da realidade, as chamadas imagens figurativas.

Este movimento está representado no Módulo Modernismo, por meio das esculturas de Brecheret, desenhos de Tarsila do Amaral e Candido Portinari e pinturas de Flavio de Carvalho, Graz, Di Cavalcanti, Rebolo, Volpi e Lasar Segall – considerado por Mário de Andrade, um dos precursores do Modernismo Brasileiro.

Veja 5 Curiosidades Sobre A Semana De Arte Moderna De 22

2. Abstracionismo

O Abstracionismo, surgido no começo do século XX na Europa, caracteriza-se por concentrar-se nos elementos básicos da pintura: linhas, volume, espaço e cor, de não ter a intenção de representar a realidade (efígies abstratas), porquanto não descrevem o que está representado, mas, sim, sua percepção em relação à sua obra.

Este movimento está representado no Módulo Abstrato, por meio da fotografia, as chamadas Fotoformas (circa – 1949), de Geraldo de Barros e das duas tendências do Abstracionismo:

Abstracionismo geométrico (Ideia visível – 1957 – têmpera sobre aglomerado), de Waldemar Cordeiro;

Abstracionismo lírico, de Tomie Ohtake.

Mostra 100 anos de Arte Paulista Pintura Tomie Ohtake

Obra: Pintura

Pintora: Tomie Ohtake

Técnica: óleo sobre tela

Ano: 1969

3. Arte Contemporânea

Já o módulo Arte Contemporânea, está dividido em:

Pop Art – obras de Maurício Nogueira Lima e gravuras de Antonio Henrique Amaral (Passatempo século XX – 1967 – xilogravura);

Pintura – composto por quadros de Nuno Ramos, Paulo Pasta e de Leda Catunda, cuja obra é pautada na Poética da maciez, representada na exposição por Almofadas amarelas (1991), em que o espectador alterna-se entre um olhar que privilegia a imagem e outro que privilegia o objeto;

Novíssimos artistas: ativos atualmente em São Paulo – representados por João Loureiro, Tatiana Blass e o jovem pintor Lucas Arruda.

Curtiu Veja 3 Imagens Que Fazem Tributo Aos 100 Anos de Arte Paulista!? Compartilhe!

Antes de imprimir, pense. O meio ambiente agradece.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =