Glossário para aprender a criar, investir e lucrar com NFTs!

O glossário de NFTs é um guia indispensável para você aprender sobre os NFTs.

O guia fornece uma lista detalhada dos principais termos relacionados aos NFTs, além de explicações claras e concisas.

O glossário de NFTs também é útil para quem quer aprender a investir e lucrar com NFTs.

Teste sua paixão pelo futebol. Conecte-se e negocie com outros fãs!

Você já deve ter ouvido falar muito de NFT, pois é a palavra da moda/hype, certo?

Mas você sabe o que, realmente, é?

Já entendeu o conceito?

Caso não saiba ou não tenha entendido o que são os famosos NFTs, vou lhe explicar fazendo uma analogia com o álbum de figurinhas da Copa do Mundo.

O álbum de figurinhas da Copa do Mundo é muito cobiçado por colecionadores, certo?

Que dirá a figurinha dourada. Ela é exclusiva!

Agora, imagine essa figurinha dourada com o autógrafo do jogador que vem estampado nela.

Essa figurinha se torna ÚNICA e, extremamente, cobiçada, correto?

Então, um NFT é isso.

Um ativo digital único com certificado de autenticação (na analogia, a figurinha dourada com o autógrafo do jogador que a estampa).

O Que Copa do Mundo e investimentos têm em comum? Saiba Já!

Glossário de NFTs (Parte 1)

Conheça os principais termos relacionados aos NFTs!

Airdrop

Distribuição de tokens. É uma estratégia de promoção adotada por vários projetos.

Bear Market

Forte queda no mercado, em que os investidores vendem seus ativos.

Bitcoin

Moeda virtual descentralizada baseada em tecnologia blockchain.

Primeira criptomoeda do mundo (criada em 2008 pelo pseudônimo de Satoshi Nakamoto).

Blockchain

Junção de duas tecnologias muito utilizadas e consolidadas anteriormente: a criptografia e a peer-to-peer (P2P).

Bull Market

Aumento da capitalização total do mercado de cripto ativos causada pela entrada de novos investidores.

Criptomoeda

Moeda virtual descentralizada e baseada em tecnologia blockchain.

ETH

Moeda da Ethereum (blockchain).

Etherscan

Ferramenta para visualizar informações relacionadas a transações realizadas na blockchain da Ethereum.

Fee

Taxa de uso das redes blockchains.

7 regras para ter uma coleção de NFTs Esportivos de sucesso!

Glossário de NFTs (Parte 2)

Gas Price

Preço para realizar uma transação na rede Ethereum, cuja operação é calculada em ETH.

Holder

Comprador do Token Não-fungível (NFT).

Mint

Criar um NFT na blockchain, que atesta autenticidade e propriedade do ativo digital.

O mint também é realizado quando o comprador adquire o ativo digital e se torna o primeiro proprietário do NFT, o qual pode ser revendido.

Vale lembrar que você “minta” um NFT, cuja arte ainda não foi revelada.

Só após um período, ou de uma determinada quantidade de NFTs mintados, a arte é revelada.

Glossário de NFTs (Parte 3)

NFT (Tokens Não-Fungíveis)

Ativo digital único, como obras de arte, músicas, jogos e outros conteúdos digitais, com certificado de autenticação (blockchain).

Rarible e OpenSea

Marketplaces para a compra e venda de NFTs.

Roadmap

Linha do tempo com as datas, informações e benefícios do seu projeto.

Smart contract (contrato inteligente)

Contrato executado de forma independente com alguns “termos de acordo” pré-determinados.

Wallet (carteira digital)

Dispositivo (extensões de um navegador web, um aplicativo móvel ou um hardware), em que são armazenados os ativos digitais (moedas, tokens e NFTs).

Waitlist

Pré-cadastro para pessoas terem acesso a benefícios exclusivos ou antes dos demais.

Mercado de NFTs

Segundo dados do site NonFungible.com, o mercado de NFTs movimentou US$ 8 bilhões no segundo trimestre de 2022.

De acordo com a OpenSea, 65% dos tokens comprados resultaram em lucro.

Já, segundo previsões da Consultoria Deloitte, o mercado de NFTs Esportivos movimentaria US$ 2 bilhões em 2022.

Agora, que você já conhece os principais termos e dados sobre o mercado de tokens não-fungíveis, chegou a hora de lucrar com os NFTs, não é mesmo?

Você deve estar se perguntando como lucrar com NFTs esportivos, não é mesmo?

Já vou lhe explicar.

Então, vamos ao passo a passo?

Como transformar suas ideias em NFTs Esportivos!

O primeiro passo para transformar seus produtos (por ex, itens colecionáveis ou ativos digitais rastreáveis – uniformes, escudos, fotografias, etc.) em NFTs, é se cadastrar em uma plataforma como a MetaMask (mais usada para criação de NFTs), Rainbow, Coinbase, Fortmatic ou Portis e criar a sua carteira digital (login).

Plataformas NFT

Em seguida, entrar numa plataforma de geração de NFT, como a Rarible ou a OpenSea, líder de mercado.

E criar um NFT, qualquer tipo de conteúdo digital nos formatos suportados, como PNG, JPEG, MP4, etc.

É possível criar um item apenas ou uma coleção.

Vale ressaltar que não é necessário ter conhecimento em programação para criar um NFT, já que todo o processo de criação é realizado pela plataforma.

Custos

Tanto a OpenSea quanto a Rarible não cobram pelo registro, desde que você opte pela “cunhagem gratuita”.

Neste caso, o comprador do seu NFT pagará as taxas.

OpenSea

A cunhagem gratuita pode ser realizada na Polygon.

Sendo assim, você deve optar pela Polygon, em vez da Ethereum (item “Blockchain“).

No entanto, a OpenSea cobra uma taxa de serviço de 2,5%, deduzida do preço de venda do NFT.

O preço de venda será em Ether (a moeda do Ethereum), embora você esteja usando a rede Polygon.

Você também pode receber porcentagens das vendas que serão realizadas, posteriormente. Para tal, é necessário acessar o editor de coleção e ajustar o campo “Taxa de porcentagem” na seção Royalty.

Em seguida, especifique o endereço de pagamento onde você deseja receber as taxas.

Vale ressaltar que a OpenSea tem uma seção dedicada a NFTs esportivos.

Colecione Cards Raros!

Rarible

A cunhagem gratuita também adiciona sua criação à coleção Rarible (os conjuntos são como pastas para NFTs), não a sua.

Já para lançar sua própria coleção, você precisa pagar as taxas.

Para tal, é necessário comprar alguns ethers (a moeda do Ethereum) ou o Flow (as taxas são mais baixas que as do Ethereum) para pagar por essas transações.

A plataforma também suporta o Tezos.

O segundo passo é registrar os seus produtos e determinar os valores dos seus NFTs.

Além de informações como nome e data, você pode definir, por exemplo, se terá comissão sobre futuras revendas de sua obra.

Também pode definir em quais coleções digitais aparecerá a obra, na do Rarible ou em alguma outra da sua escolha.

E, por fim, comercializá-los em um Marketplace, como na OpenSea, plataforma líder de mercado, ou na Rarible.

Antes de lançar a sua coleção, é recomendado criar um roadmap, ferramenta de planejamento estratégico usada para definir os resultados desejados, marcos e tarefas de alto nível para lançar a coleção no mercado.

É preconizado criar uma comunidade sobre o seu projeto no Discord, a fim de interagir com os usuários, receber críticas e sugestões.

Também é aconselhável gerar engajamento nas redes sociais, como o X (Ex-Twitter).

Já que tais ações são fundamentais para o sucesso comercial da sua coleção.

Ademais, é fundamental “educar” o seu público-alvo, já que é um tema relativamente recente e desconhecido por muitos, o que gera muitas dúvidas e receio de investir.

Tais ações são fundamentais para quebrar objeções e, principalmente, para o sucesso comercial da sua coleção de NFTs Esportivos.

Por que investir numa coleção de NFTs Esportivos é um bom negócio!

Como dito anteriormente, NFT (token não-fungível em Português) é um certificado digital único, registrado em um blockchain, que é usado para registrar a propriedade de um ativo como uma obra de arte ou um colecionável.

Tal definição foi dada pelo dicionário Collins.

Agora, vamos a parte que realmente interessa a você.

Como Lucrar Com NFTs Esportivos!

A primeira razão para você comprar um NFT é porque um token não-fungível é único, autêntico e indivisível.

E, como sabemos, tudo que é original e único tem mais valor.

E tal qual uma obra de arte ou um item colecionável, o NFT pode se valorizar ao longo do tempo.

Já a segunda razão é que o NFT pode ser revendido no mercado secundário (marketplaces, como o OpenSea, maior plataforma de negociação de criptoativos) por um valor muito maior do que foi adquirido na mintagem no mercado primário.

E dependendo da coleção que comprar, você também terá participação nas vendas futuras.

Na plataforma OpenSea, é possível analisar quais são as tendências (Trending), interesse dos usuários (Lances e likes), o histórico de vendas e, principalmente, a liquidez do projeto (quantos itens estão à venda e quantos já foram comprados).

Para acessar tal informação, clique em Atividade e selecione a opção Listagem e Vendas.

Segundo a OpenSea, 65% dos tokens comprados resultaram em lucro.

Vale ressaltar que é imprescindível estudar bastante antes de adquirir um NFT, já que é um investimento de risco, uma vez que o token pode se valorizar ou se depreciar ao longo do tempo.

Bons Negócios!

Assista ao melhor do esporte mundial ao vivo ou na hora que você quiser!

Curtiu Glossário de NFTs? Compartilhe!

Antes de imprimir, pense. O meio ambiente agradece.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − três =